Thursday, July 27, 2006

saturday, july 1st

Acordamos cheios de calor dentro da carrinha, e seguimos para Santa Monica (limítrofe de LA) a tentar descobrir um bar para ver o jogo. Encontramos um rapidamente, a 15 minutos do início da partida, "Barney's". Cheio de ingleses. Siga para lá, vimos o jogo com um stress tremendo, euforia e muita Stella Artois. Acabada a partida, enquanto o resto do pessoal seguia para a praia (Venice Beach), eu optei por ficar para trás a ver o Franca vs Brasil lá no bar. Pus-me na conversa com alguns gajos(as) lá a ver o jogo, e acabei por ver a bola entre americanos, libaneses, brasileiros e italianos. O verdadeiro contacto, é por estas experiências que vale a pena realmente andar por aqui. Afinal isto é uma experiência internacional, não um campo de férias lusitano! Curti estar para lá a ver futebol com aquele povo todo, e até saquei umas dicas para sair à noite lá na zona. Quando acabou o jogo, fui ter com o pessoal à praia, almocei por lá e ainda deu para dar um passeio na boardwalk mais pirosa do mundo, com palmeiras, miúdas de bikini de patins em linha e milhões de bancas a vender..tudo! Siga para o hostel onde íamos ficar, onde acabamos por partilhar o quarto com um chinoca e um americano do Arkansas, do mais paneleiro que possam imaginar.
À noite, fomos jantar ao famoso "Hooters". Muito mais fama que proveito, as gajas não são más mas não há mama de fora nem nada do género...aliás, parece mais um restaurante de família que outra coisa! Um evento curioso, no entanto: depois de várias cervejas, piadas estúpidas e boa disposição, em boa parte causada pela nossa waitress, uma miúda muito simpática (e boa, porquê escondê-lo) chamada Mandy, o pessoal decidiu escrever num guardanapo os nomes do pessoal com telefones e o posicionamento na mesa, com a frase: "Pick one". Algumas horas depois, quem recebe uma mensagem...Paulo Abreu, com a seguinte frase: "I have a boyfriend but if I didn't have one, i would pick you, Paulo!" O nosso verdadeiro garanhão!
Audepois, fomos sair a um hip place de LA, "The Standard", pagamos couro e cabelo e de facto apesar do clube ter um aspecto impecável, cheguei a uma conclusão: não sou mesmo gajo de clubs e discos. Dêem-me um bar e pessoal para estar no paleio e sou um homem feliz. Os ambientes de clubs não são mesmo o meu estilo, e só os consigo apreciar quando estou com os copos. Não digo que de vez em quando não possa dar um saltinho a um, mas não com muita frequência. Não sei se hei-de culpar a inépcia para a dança ou a falta de gosto pela maior parte das músicas que por lá costumam passar, mas é um facto inegável. A Patrícia diz que é uma questão mista de ambiente, companhia e acima de tudo de vontade, mas eu acho que é mesmo uma questão pessoal. Cada qual com o seu estilo, certo? Siga.

Santa Monica, Ocean St.

Venice Beach

3 Comments:

Blogger IoftheNight said...

Só gostava de saber pq é q com tantos maquinões que de certeza passeavam aí na Ocean st. foste fotografar um Toyota Prius....

Ass: O Invejoso

7:03 AM

 
Blogger Jorge said...

curiosamente há muitos por aqui...são feios que dói, mas gastam pouco...

10:11 AM

 
Blogger Janelas said...

"A Patrícia diz..."???
Quem é a Patrícia??? A C.Vanessa?

8:46 AM

 

Post a Comment

<< Home